roteiro Nº 26

Nº 26 – 2022 – 17/07 a 23/07
Publicado em 18/07/2022

Nº 26 – 2022 – 17/07 a 23/07

AVISOS

  • O retiro do Move acontecerá entre os dias 29 e 31 desse mês e o valor para inscrição é de R$250 e tem condições especiais de pagamento. Se você tem mais de 16 anos e gostaria de participar, procure o Pr. Renato para mais informações.
  • A vigília de oração acontecerá dia 22 de julho, entre 20h e 24h presencialmente na SIB. Participe e seja abençoado!
  • O Vida Vitoriosa já possui data marcada, que será entre os dias 23 e 25 de setembro. O valor será de R$300 e pode ser parcelado. Para sua inscrição, procure a Bety Costa ou a secretaria da SIB no (41)99835-4994. Não perca, será um momento transformador para você!

EXALTAÇÃO (Cânticos sugeridos)

- Corpo e Família (Recebi um novo coração do Pai…)

- Ao único (Coroamos a Ti, ó Rei Jesus...)

 

EDIFICAÇÃO

Avance vivendo em Comunhão com a Igreja (Hebreus 10:24-25)

 

A carta aos Hebreus foi escrita sob o contexto de que muitos dos judeus que se convertiam a Cristo estavam sofrendo grande perseguição por parte dos judeus não convertidos. O propósito dessa carta era fortalecer a fé dessas pessoas, inclusive aqueles que haviam desanimado e não estavam mais participando das reuniões da Igreja. Do início ao fim da Bíblia, tanto no Antigo como no Novo Testamento, há uma orientação clara sobre a importância de participar da vida na Igreja. O Cristianismo não é individualista ou privativo, mas a sociedade em que vivemos é muito influenciada por essa mentalidade, e isso adentra no meio cristão gerando pessoas que acreditam que não há problema em adorar a Deus apenas dentro de suas casas, sem comunhão com uma igreja, escolhendo cultos evangélicos para ver no Youtube do mesmo modo que se escolhe produtos em uma prateleira de supermercado. Não há margem nenhuma na Bíblia que incentive um crente a cultuar a Deus apenas individualmente. Além disso, comparando com o culto presencial, não se consegue dar atenção exclusiva quando se assiste ao culto online. Para podermos avançar em Cristo, precisamos resgatar a importância da comunhão entre os irmãos. E para isso, precisamos entender que:

  1. A Igreja não é perfeita

 

Assim como todo corpo e toda família tem defeitos, com a Igreja não é diferente. Qualquer um que vá a uma igreja esperando que lá será um ambiente totalmente harmonioso e perfeito certamente se frustrará. Esperar perfeição de um lugar composto por pessoas imperfeitas, e sair ao sinal de qualquer tipo de frustração, é uma demonstração de imaturidade. A Igreja é um grupo de pessoas que provou a Graça de Jesus, creu nEle e se comprometeu a segui-Lo, mas que ainda assim continuam sendo pessoas, imperfeitas, com problemas.

 

Qual a sua atitude quando você vê algo com o qual não concorda acontecendo na sua igreja?

  1. Uma igreja que vive em comunhão precisa ser relacional

 

Nada substitui o poder dos relacionamentos. Há duas coisas que uma pessoa precisa ter para obter segurança na vida: saber que Deus se importa com ela e saber que há pessoas significativas na vida dela que se importam com ela. A Bíblia possui mais de vinte mandamentos de “uns aos outros”, e é somente por meio de relacionamentos que se põe em prática essa mutualidade do que é ser cristão e o que é ser Igreja. A igreja que vive em comunhão tem relacionamento saudável com Deus, uns com os outros e também com as pessoas do mundo.

 

Tem algo em que você pode melhorar em relação a seus relacionamentos na igreja?

 

  1. Viver em comunhão com a Igreja nos encoraja e gera maturidade

 

A Igreja é um ambiente de ajuda e encorajamento mútuo. É na Igreja que somos fortalecidos e incentivados para as boas obras. Estar em comunhão com outros irmãos nos leva a aprender mais da Palavra de Deus, a orar mais uns pelos outros e também fortalece nossa fé, nos tornando mais alegres e otimistas diante da vida. A interação na Igreja, tanto nos pequenos grupos quanto nas grandes celebrações, nos leva ao crescimento, nos ajuda a moldar o nosso caráter, a formar uma nova maneira de viver. A comunhão é indispensável para a maturidade.

 

Como você diria que está a nossa igreja nos quesitos de encorajamento e gerar maturidade?

 

  1. Uma igreja que vive em comunhão é solidária e nos ajuda a obter êxito nas nossas fraquezas

 

A Bíblia diz que entre os crentes de Jerusalém não havia necessitado algum. Em comunhão, os crentes carregam os fardos pesados uns dos outros. É difícil ter uma vida espiritual sem ter pessoas para te ajudar nas suas dificuldades. O autor de Eclesiastes ressalta a importância de não viver sozinho, lembrando o quão ruim e complicado é alguém cair e não ter ninguém para ajudá-lo a se levantar. É muito mais complicado se manter firme na fé quando você não tem pessoas para compartilhar suas fraquezas.

 

Compartilhe algum momento em que a igreja o ajudou em alguma dificuldade que você estava passando.

 

ORAÇÃO

 

     Dediquem os momentos finais do encontro para oração. Orem para que o Espírito Santo motive e conduza cada um a ser um adorador verdadeiro.

     Orem uns pelos outros e pelos seus amigos do coração. Compartilhem suas experiências com Deus, fale a respeito das bênçãos e do cuidado de Deus em suas vidas!

Compartilhe em suas redes sociais