ROTEIRO DE CÉLULA 33

Nº 33 – 2022 – 05/09 – 10/09
Publicado em 05/09/2022

Nº 33 – 2022 – 05/09 – 10/09

AVISOS

  • No próximo domingo, dia 11, ocorrerá nossa assembleia ordinária trimestral. Sua participação é importante para votação de pautas relevantes para a igreja. O horário da reunião será às 20h30, após o culto da noite.
  • O CAM, Centro de Aprimoramento Ministerial, está com inscrições abertas para os módulos de Curso para Batismo, Vivendo a SIB e Avançando. O prazo é até 16 de setembro e as aulas acontecerão a partir de 19 de setembro. Contate seu líder de célula para receber o link de matrícula.
  • A Escola Bíblica também está com inscrições abertas para o tema “Quem é Jesus?”, que iniciará em 25/09, presencialmente todos os domingos às 9h15. O link para matrícula é o mesmo do curso do CAM.

 

EXALTAÇÃO (Cânticos sugeridos)

- Vim para Adorar-te (Luz do mundo, vieste à terra…)

https://www.youtube.com/watch?v=ACX1VtGoeg8

- Me derramar (Eis-me aqui outra vez...)

https://www.youtube.com/watch?v=qsmHYPk4XGM

 

 

EDIFICAÇÃO

Avance sendo um multiplicador (Lucas 10:1-17)

 

Nós, crentes em Jesus Cristo recebemos uma missão no momento em que nós convertemos: sermos anunciadores do Evangelho e da salvação em Jesus. Mas não basta ter consciência e entender a missão, Jesus nos ensina sobre a necessidade de nos envolvermos e nos engajarmos em relação a ela. Em seu ministério, Ele convocou os 12 discípulos, depois algumas mulheres e, por fim, enviou 70 seguidores (72, em algumas versões) para anunciar Sua mensagem. Nesse momento de convocação, Jesus deu algumas orientações para essas pessoas, a fim de que cumprissem sua missão. A partir delas, podemos compreender que a missão de anunciar o Evangelho:

 

 

  1. É uma questão de obediência e é para todos (v. 1)

 

Não cumprir a missão designada pelo próprio Senhor é desobedecê-lo e, ao cumpri-la, estamos agindo a partir do amor que temos a Cristo. Haverá resistência e lobos no caminho, mas seremos movidos pelo amor e pela certeza que ele estará conosco durante todo o caminho. Isso nos blinda do desânimo de quando o resultado não vir, e do orgulho quando o resultado acontecer. Não é possível mensurar o preço do amor de Cristo por nós, mas é possível respondê-lo também com amor.

Assim, como é um mandamento, nossa missão também é universal. O número 70 era simbólico para os judeus, pois tem um sentido de completude, de integridade. Assim, ao escolher mais 70 seguidores, sua mensagem é de que essa convocação é para todos. Atualmente, sua convocação também se aplica a todos nós, sem se limitar apenas a líderes, pastores, teólogos e missionários. Não é possível terceirizar nosso chamado, delegá-lo a outra pessoa, pois Jesus chamou a todos e cada um de nós para anunciarmos o evangelho.

 

Você se considera obediente à missão de Jesus? Se não, o que falta?

 

  1. Exige um esforço estratégico e depende da nossa oração (vv. 1-2)

Jesus designou seus discípulos para seguirem em duplas e lhe deu instruções de como agir nas casas e nas abordagens. Igualmente, nós como igreja precisamos ser mais estratégicos ao levar a sua palavra e orar a Deus pedindo sabedoria e direcionamento para como fazê-lo. O diabo também tem estratégias para afastar as pessoas do caminho do Senhor, então não podemos correr o risco de perder vidas para o inferno por agirmos de modo desorganizado e sem intencionalidade. Nosso Deus é um Deus organizado, que trabalha estrategicamente, exemplo disso é o preparo do mundo para a chegada de seu Filho. A bíblia diz que não é bom estarmos sós. Seguindo a estratégia de Jesus e essa base bíblica, entendemos a importância de caminharmos com irmãos na fé, como acontece em células e no discipulado.

As estratégias incluem também o clamor para que Deus envie pessoas aptas a trabalhar nessa missão. Na sua realidade agropastoril, caso não houvesse trabalhadores para a colheita, toda a plantação poderia ser perdida. Na nossa cidade há também pessoas com a alma pronta para colheita, sedentas por uma vida espiritual significativa, com o solo coração pronto para receber a palavra. Caso não haja trabalhadores do evangelho, aquele que chegar primeiro colherá. Precisamos clamar para que Deus nos envie trabalhadores, para que não se perca a colheita, nos propondo ao mesmo tempo a sermos a resposta da nossa oração, com a disposição para também trabalhar.

 

Você tem caminhado juntamente com pessoas alinhadas à sua missão, ou tem se isolado em sua fé?

 

  1. É urgente e requer depender de Deus para enfrentar as hostilidades (vv. 3-4)

 

Envolver-se na missão não pode ser adiado, é urgente. Jesus, orientando seus discípulos a não cumprimentarem conhecidos no caminho, está dizendo que o mundo possui seus códigos, sua ética e seu modo de pensar, mas não poderemos nos deter nesses aspectos e repetir essa mentalidade caso desejemos realmente cumprir sua missão. O cumprimento judaico era demorado, longo e cerimonial. A nossa missão é urgente, por isso não podemos perder tempo com excessos, precisamos ter pressa para levar as boas novas, sem inverter as prioridades, colocando nossas demandas sociais acima da nossa missão.

Em seu percurso missionário, hostilidades serão frequentes (v. 3). Na época de Jesus, era violenta e taxativa, enquanto atualmente há uma oposição mais sutil e velada, porém não podemos nos enganar, os lobos ainda existem! Eles são pessoas perversas e hostis ao evangelho, diante das quais ficamos indefesos e vulneráveis, tais quais cordeiros. Somente dependendo totalmente de Jesus para o cumprimento da sua missão é que conseguiremos enfrentar essas oposições e adversidades para nos mantermos fiéis à nossa vocação.

 

Qual o maior desafio que você enfrenta para cumprir sua missão?

 

ORAÇÃO

 

     Dediquem os momentos finais do encontro para oração. Orem para que Deus os fortaleça para cumprirem sua missão e também para que dê constantemente à igreja estratégias para a propagação de seu Reino. Intercedam uns pelos outros e também pelas vidas alcançadas no culto de colheita desse domingo.

Compartilhe em suas redes sociais