ROTEIRO DE CÉLULA

Nº 44 – 2021 – 28/11 a 04/12
Publicado em 29/11/2021

AVISOS

  • Continuamos abençoando famílias em situação de vulnerabilidade. Você já levou sua doação de alimentos e agasalhos? Entre em contato com nossa secretaria e faça sua doação!
  • Nossa última clínica de discipulado será nesse sábado (04/12). Se você ainda não participou, não deixe de fazer a sua inscrição na secretaria.
  • Nossa igreja está em reforma para o Natal para receber melhor você, sua família e seus amigos do coração. Faça parte dessa obra, faça um desafio de fé com você mesmo e oferte com amor para essa reforma!

EXALTAÇÃO (Cânticos sugeridos)

- Jesus em tua presença (Só pra te adorar, e fazer teu nome grande....)

https://www.youtube.com/watch?v=aMpM68cb5MY

- Descansarei (Se o trovão e o mar se erguendo vem...)

https://www.youtube.com/watch?v=5BCuZ1tFcmA

#PRESENTEIE JESUS NESSE NATAL:

Estamos há 27 dias (a partir do dia 29/11) do Natal! Tenha um tempo de oração nestes dias para, neste Natal, presentear Jesus com uma vida salva para Ele. O aniversariante ficará muito feliz e você cumprirá sua missão como discípulo. Abrace esta missão! Reservem um tempo antes da edificação e compartilhem como tem sido esse desafio: o que tem sido feito para alcançar os amigos do coração e quais os frutos estão surgindo!

Por fim, orem juntos, coloquem os amigos do coração em oração e intercedam como célula!

EDIFICAÇÃO

JESUS ESTABELECE PROPÓSITO E OPERA TRANSFORMAÇÕES EM NOSSAS VIDAS Marcos 10.46-52

Esse episódio fala do encontro de Jesus com o cego Bartimeu. Em seu tempo, a maioria dos cegos eram mendigos, pois não tinham como trabalhar por causa da sua deficiência, dependendo assim da caridade dos outros. Ser cego naqueles dias era bem mais difícil do que ser cego nos dias de hoje. Por isso, eles tinham pouca esperança de sair da vida de humilhação e pobreza. No entanto, apesar de não ver, aquele homem já havia ouvido falar de Jesus e viu nascer a esperança quando ouviu que Jesus estava passando por ali. Jesus continua “passando” em nossos dias, procurando estabelecer os seus propósitos e operar transformações em nossas vidas - assim como Ele fez com Bartimeu. Mas, para isso devemos:

 

       1. Fazer o melhor com o tempo que Ele nos dá (v. 46-48).

No texto, vemos que Bartimeu clamou a Jesus ao saber da Sua presença naquele lugar. E, uma das melhores coisas que podemos fazer na nossa vida é - assim como Bartimeu - não perder as oportunidades. Aquele mendigo resolveu buscar e clamar imediatamente, ele não esperou, apesar das adversidades. E o tempo de Deus é agora. O tempo para Ele começar algo novo é hoje. É hoje o dia de clamar: “Jesus, filho de Davi tem misericórdia de mim!”. A procrastinação tem atrapalhado o agir de Deus na vida do ser humano. O deixar para depois

tem escravizado muitas vidas. Essa é uma das maiores armas do diabo para que os planos de Deus não se cumpram nas nossas vidas. Mas, se hoje temos acesso à ministração dessa Palavra, é porque Deus nos ama e quer nos ver de pé buscando-O com todas as nossas forças.

Você sente que vive uma vida de procrastinação? O que precisa fazer para que isso mude?

      2. Enxergar quem realmente somos e qual a nossa maior necessidade (v. 51).

Bartimeu era cego, mas apesar de sua deficiência, conseguia enxergar perfeitamente quem ele era e qual, naquele momento, era a sua maior necessidade. Quando Jesus o chamou e perguntou o que ele queria, prontamente e sem titubear ele respondeu apresentando-lhe o que mais o afligia. A pergunta que Cristo nos faz hoje é: Qual é a sua maior necessidade? E assim como aquele homem, não devemos responder com algo supérfluo ou algo que nos dá prazer apenas, mas a nossa resposta deve ser embasada naquilo de que realmente mais necessitamos. Muitas vezes o que mais necessitamos é ver o que realmente somos e quem precisamos ser, pois isso é a chave para o operar de Deus em nossa vidas. Devemos nos ver não segundo a nossa visão, mas segundo o prisma de Deus, visto que, somente assim conseguiremos mensurar o que realmente somos e o que Deus quer que sejamos. Fazendo isso, saberemos o quanto estamos longe dos Seus propósitos e o quanto carecemos do Seu agir e da Sua misericórdia.

Você sente que está aquém do que Deus quer? Você tem orado pedindo discernimento a Deus para que haja mudanças?

      3. Ter uma visão de fé (v. 52).

Os olhos físicos daquele homem eram enfermos, mas os seus olhos da fé viam perfeitamente bem. Isso nos adverte de que ter uma visão física, por melhor que ela seja, não basta; devemos ter uma visão de fé operante, pois é com ela que enxergamos muito além do que conseguimos ver. E muitas vezes para que se cumpram os planos de Deus, o que nos falta é uma visão de fé. Bartimeu enxergou a Jesus quando as autoridades, os mestres e tantos outros não enxergaram. Sem fé não conseguimos contemplá-Lo e nem agradá-Lo (Hebreus 11.6), e consequentemente o que Deus traçou para as nossas vidas não vai acontecer. “Porque vivemos por fé e não pelo que vemos” (2 Coríntios 5.7). É pela fé que nos livramos de nossas capas de mendigos, é pela fé que temos força para clamar a Jesus e não desistimos mesmo mediante as muitas adversidades. Que Deus nos encha de fé para vencermos os dias maus e sermos o que Ele quer que sejamos.

Você tem contemplado suas lutas com olhos físicos o com os olhos da fé? A sua fé tem se pautado no tamanho das suas adversidades ou no tamanho do seu Deus?

ORAÇÃO

Dediquem os momentos finais do encontro para oração. Orem uns pelos outros e pelos seus amigos do coração. Compartilhem suas experiências com Deus, fale a respeito das bênçãos e do cuidado de Deus em suas vidas!

Compartilhe em suas redes sociais